fbpx

Desafio do RH: ser inovador sem deixar de ser efetivo

Em nosso artigo com as principais dúvidas sobre nossa metodologia, ressaltamos que o desenvolvimento de pessoas exige cada vez mais a capacidade de envolvê-las. E isso não está relacionado apenas ao mundo corporativo. A educação como um todo passa por uma revolução. De forma que tem se percebido cada vez mais a importância de questões como o propósito, prazer, protagonismo e engajamento dos alunos, ou participantes, para que as ações de aprendizagem sejam efetivas. Com esse cenário, emerge, também, um novo desafio do RH. O de promover ações inovadoras e agregadoras, mantendo sua efetividade.

A necessidade de renovação na educação e aprendizagem

A sala de aula tradicional, com o modelo baseado em conteúdo e instrução, centralizados na figura do professor, traz pelo menos duas limitações muito relevantes ao contexto corporativo.

A primeira é o fato de ser um modelo educacional muito pouco efetivo em termos de aprendizagem. A passividade dos participantes em um formato de sala de aula representa uma enorme barreira na absorção do conteúdo. E, principalmente, na sua tradução para a realidade específica da cada empresa. Além disso, em uma era de informação abundante e disponível, o desafio muda. Ele está muito mais em saber como aplicar o conhecimento de forma personalizada do que em obtê-lo em primeiro lugar.

A necessidade de inovar

A segunda limitação é ainda mais impactante. É preciso considerar não apenas o mercado de trabalho, mas também as transformações na sociedade e na forma de pensar das gerações atuais. Nesse sentido, as empresas têm percebido a necessidade crescente de se posicionarem como marcas empregadoras. Ou seja, precisam conquistar e reter não só clientes, mas também talentos.

Isso traz para a área de recursos humanos vários desafios. Entre eles, o de ser mais inovadora e conectada com o que esse cenário exige em termos de propósito, felicidade, dinamicidade e inovação.

Se as iniciativas de T&D são ultrapassadas, a imagem para os colaboradores também será essa. O que não ajuda as empresas a se diferenciarem em termos de marca empregadora e retenção dos seus talentos. É necessário buscar soluções diferentes e que realmente façam sentido. De forma que elas envolvam os participantes e estejam alinhadas a um contexto de busca por inovação, autonomia e sentido no trabalho.

O cuidado para que inovação não seja vazia

Nesse contexto de busca pelo novo, é comum vermos que a maioria das iniciativas acaba sendo o “diferente pelo diferente”. O problema de focar tanto em fazer diferente é que se acaba olhando demais para a forma e muito pouco para o fim. Ou seja, os resultados a serem gerados. Aprendizagem e desenvolvimento continuam sendo demandas importantes. E engajar os participantes apenas em atividades mais divertidas, diferentes e prazerosas não garante esses resultados. 

O desafio do RH em atender as pessoas e o negócio ao mesmo tempo

O RH tem o papel de atender pessoas e negócio ao mesmo tempo, o que muitas vezes pode ser desafiador. São comuns situações onde o que engaja mais as pessoas não traz o resultado que o negócio precisa, e vice-versa. Como agradar, motivar e manter engajado o público interno e ao mesmo tempo responder à demandas do negócio? Esse desafio exige cada vez mais um RH estratégico, ágil, conectado com a estratégia e contribuindo para o crescimento do negócio.

Em cada ação de T&D, a área de Recursos Humanos se coloca em exposição para toda a empresa. E de uma forma muito mais intensa que qualquer outra área, podendo afetar de várias formas seu papel interno na empresa, as políticas em relação à área de RH e, até mesmo, influenciar nas oportunidades de carreira dos profissionais à frente de cada ação.

Conclusão

A área de recursos humanos tem sido cada vez mais exigida. Tanto no sentido de ser mais estratégica, quanto em ser inovadora e se conectar com as tendências de mercado. Ambas exigências deflagram uma oportunidade de ações de treinamento e desenvolvimento.  Que, muitas vezes, são a maior “vitrine” e momento de colaboração da área de RH para o ecossistema interno da organização. E, por meio de uma metodologia única e uma experiência de alto impacto, a PrimeSail pode ajudar nesse desafio.

:: Clique aqui para promover um treinamento para líderes e equipes com muito mais engajamento e resultados para o negócio

De |2019-11-14T15:34:11+00:00novembro 14th, 2019|Categorias: Conteúdos, RH Estratégico|Tags: , , |0 Comentários

Deixe um Comentário